Rádio Cenecista de Picuí

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Boqueirão sobe 12 centímetros após fortes chuvas na região de CG

De sexta-feira (19) até esta segunda-feira (22) o reservatório apresentou um ganho de mais de 1 milhão de metros cúbicos de água

As chuvas registradas neste fim de semana na Paraíba deram uma esperança a mais às populações das cidades abastecidas pelo açude Epitácio Pessoa, mais conhecido como Boqueirão. É que de sexta-feira (19) até esta segunda-feira (22) o reservatório apresentou um ganho de mais de 1 milhão de metros cúbicos de água, o que representa mais de um bilhão de litros. Comente no final da matéria.


Com esta quantidade, a lâmina do açude subiu 12 centímetros e chegou a pouco mais de 10%. Esta é a primeira vez que o reservatório atingiu esta marca após a conclusão do Eixo Leste da transposição do Rio São Francisco.

Chove forte em Campina Grande
Campina Grande foi uma das cidades que registrou grande volume de chuvas. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o município teve um acumulado de 29 milímetros de chuvas nos dias 19 e 20 deste mês. João Pessoa também registrou a mesma quantidade de água. Já em Patos, no Sertão da Paraíba, choveu 40 mm nos dois dias.

Segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas no estado da Paraíba (Aesa), na sexta-feira (19), a cidade que mais registrou chuva foi Alhandra, com um montante de 56,6 mm de precipitação.

Para os próximos dias, o Inmet prevê mais chuvas para o Sertão, com possibilidades de precipitação entre 30 e 40mm. Já no Litoral, a previsão é de menos de 20mm de precipitação.

Chuva causa transtornos
Mas a chuva não trouxe apenas boas notícias. Em Campina Grande, o acúmulo de água causou transtornos nas ruas da cidade. No bairro de Alto Branco, um muro chegou a cair e uma mulher foi arrastada pela força da água. Ela deu entrada no Hospital de Trauma do município com algumas escoriações, mas já recebeu alta.

Em outros pontos da cidade, foram registrados vários pontos de alagamento (veja no vídeo abaixo). Já em João Pessoa, a defesa civil atendeu apenas alguns chamados de quedas de árvore e pontos de alagamento, mas ninguém ficou ferido. O órgão afirmou que esteve sob alerta durante todo o fim de semana.

Portal Correio