Rádio Cenecista de Picuí

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Gás de cozinha já pode ser encontrado na Paraíba, diz sindicato

Gás de cozinha deve ser vendido, no máximo, a R$ 70, diz sindicato

Cerca de 20 mil botijões de gás chegaram na Paraíba nesta quinta-feira (31), de acordo com o presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás GLP da Paraíba (Sinregás-PB), Marcos Bezerra. Desde às 7h, as distribuidoras do produto começaram a fazer o repasse para as revendedoras e até às 12h o estoque deve ser normalizado.


O gás de cozinha estava em falta na Paraíba desde a última quinta-feira (24), no 4º dia de greve dos caminhoneiros, que reivindicavam a queda no preço dos combustíveis. Como muitos caminhões tanque ficaram parados no Porto de Cabedelo desde o dia 21 de maio, o abastecimento dos transporte foi prejudicado. Além disso, na maioria das rodovias do país, os caminhões não conseguiam passar.

Na quarta-feira (30), com o tráfego liberado no Porto de Suape, em Pernambuco, os caminhões começaram a ser liberados e puderam chegar na Paraíba com o carregamento.

De acordo com Marcos Bezerra, o preço do gás de cozinha na Paraíba não pode passar de R$ 70, devendo ser denunciado aos órgãos de defesa do consumidor os locais com preços abusivos de revenda.

G1 PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário