Rádio Cenecista de Picuí

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Suspeitos de assalto são presos após batida em bloqueio da PM na PB

Dupla havia roubado celulares na cidade vizinha de Mari na noite de segunda-feira (8)
Foto: Capitão Targino/Polícia Militar da Paraíba
Moto usada por assaltantes era roubada e foi recuperada pela PM em Sapé
Dois homens suspeitos de assaltos foram presos em Sapé, cidade a 42 km de João Pessoa, após sofrerem um acidente na tentativa de furar um bloqueio da Polícia Militar na noite de segunda-feira (8). Segundo informações do capitão Targino, da 3ª Companhia de Polícia Militar de Sapé, a dupla estava sendo perseguida por policiais após roubar celulares na cidade vizinha de Mari. Comente no final da matéria.


Os dois suspeitos em uma motocicleta roubada assaltaram pessoas que passavam pelas ruas de Mari por volta das 20h (horário local). As vítimas acionaram a polícia ligando ao Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) e foi iniciada uma perseguição. A PM decidiu montar um bloqueio na cidade de Sapé ao perceber que a dupla havia pegado a estrada para a cidade vizinha a Mari.

De acordo com o capitão Targino da 3ª Cia da PM, ao avistar o bloqueio na estrada, um dos suspeitos atirou contra os policiais. “Um dos nossos colegas agiu rápido e interceptou com um dos carros da PM a dupla que estava na moto. Na batida os dois caíram, mas só um deles ficou ferido e foi levado para o hospital. O outro foi preso em flagrante e levado para delegacia”, explicou.

Os policiais recolheram dois celulares roubados e um revólver com munições deflagradas que estavam com os dois suspeitos. A motocicleta usada pelos assaltantes também era roubada e foi entregue ao proprietário na cidade de Sapé. De acordo com o capitão Targino, o suspeito que não precisou ser levado para o hospital também é suspeito de balear um comerciante durante uma assalto a um supermercado em Mamanguape.

O suspeito ferido foi encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. O estado de saúde do suspeito, que está preso sob custódia, é regular de acordo com a unidade de saúde. O outro suspeito preso em flagrante seguia preso na cadeia de Sapé até a manhã desta terça-feira (9), onde aguarda pela audiência de custódia.

https://g1.globo.com/pb/paraiba/