Rádio Cenecista de Picuí

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Equipe do SBT é surpreendida por homens armados e foge pulando muro, em Campina Grande

Segundo a jornalista, os suspeitos deram vários tiros para o alto
Imagem: Reprodução/TV Borborema/SBT
Equipe do SBT é surpreendida
por homens armados
e foge pulando muro
Uma equipe da TV Borborema, afiliada do SBT na Paraíba, relatou momentos de tensão enquanto produziam reportagem sobre um jovem assassinado, em Campina Grande (PB), nessa terça-feira (9). Comente no final da matéria.


Ao UOL, a repórter Cláudia Gomes explicou que realizava a cobertura de um homicídio, quando ela e o cinegrafista Popó Calixto foram surpreendidos pela chegada de um carro com quatro homens armados.

Segundo a jornalista, os suspeitos deram vários tiros para o alto. Houve pânico e correria, e a equipe teve que fugir pelo quintal, pulando o muro da residência, que tinha cerca de 1,70 de altura.

"Nós estávamos colhendo informações no local (...) Quando [os suspeitos chegaram e] atiraram para o alto, todo mundo na rua correu. O motorista da minha equipe entrou no carro e fugiu. Eu e o cinegrafista corremos para o quintal da residência. O meu cinegrafista pulou o muro e correu para se esconder em outra casa. Como o muro era um pouco [alto] eu não consegui pular e fiquei escondida no quintal", relatou ela.

"A gente nunca tinha vivenciado algo como isso na pele. Tivemos que correr para não ser mais uma vítima da violência", afirmou Cláudia, ainda assustada com o episódio.

A repórter explicou também que dois bairros da cidade vivem uma disputa pelo comando do tráfico de drogas. "Os bandidos mandam lá. A gente só entra [nos bairros] com permissão", desabafou, em seguida.

UOL