Rádio Cenecista de Picuí

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Pela primeira vez na história, Jornal Nacional não vai ao ar

O perfil oficial do JN também fez o anúncio através do Twitter e a informação foi confirmada através da assessoria do canal

Consagrado como o noticiário mais famoso do Brasil, o Jornal Nacional nunca deixou ser exibido nas noites da televisão brasileira em quase 50 anos. No entanto, a quase inquebrável tradição foi mudada na noite da última quarta-feira (2). Motivo: a votação da admissibilidade de investigação contra o presidente Michel Temer, o que poderia afastá-lo por 6 meses do mandato.


A Globo já havia prometido ao público que exibiria toda a votação na íntegra até que os 498 deputados votassem. Durante o evento, a apresentadora Renata Vasconcellos entrou no ar para avisar os telespectadores sobre a novidade, durante a transmissão.

O perfil oficial do JN também fez o anúncio através do Twitter e a informação foi confirmada através da assessoria do canal.

Na votação, Michel Temer goi livrado pela Câmara, que não autorizou, que o político seja julgado por corrupção pelo STF.
 
Twitter do Jornal Nacional (Divulgação)
Notícias ao Minuto

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”