Rádio Cenecista de Picuí

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Vítima de câncer, lutador Alexandre Carmélio morre em São Paulo

Paraibano tinha 33 anos e fazia tratamento contra o linfoma, que é um tipo de câncer que se origina no sistema linfático. Alexandre era faixa roxa e de jiu-jitsu e faixa preta de judô
Foto: Reprodução/Instagram 
Alexandre Carmélio vinha fazendo
tratamento contra o linfoma, mas
acabou morrendo na noite desta
sexta-feira em um hospital de São Paulo
Chegou ao fim no começo da noite desta sexta-feira a batalha do lutador de jiu-jitsu paraibano Alexandre Carmélio contra o linfoma, um tipo de câncer que tem origem no sistema linfático. Alexandre vinha fazendo tratamento em São Paulo, mas acabou não resistindo aos sintomas da doença e morreu no começo da noite. O atleta paraibano travava a principal batalha da sua vida, contra a doença, há cerca de um ano.


O lutador tinha 33 anos e vinha ganhando destaque nas competições de jiu-jitsu disputadas em João Pessoa. Atualmente, Alexandre Carmélio era faixa roxa na chamada "arte suave" e já acumulava resultados positivos nas lutas que participou. Ele também era praticante do judô e já tinha conseguido a faixa preta na modalidade. Recentemente, colegas de treinamento de Alexandre chegaram a promover uma campanha para arrecadar e recursos e ajudar no custeio do tratamento dele.

Como a morte do lutador aconteceu em São Paulo, onde ele estava internado lutando contra o câncer, a família ainda não confirmou quando o corpo chega a João Pessoa e nem também quando e onde serão realizados o velório e o sepultamento do atleta.

G1 PB

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”