Rádio Cenecista de Picuí

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Simone e Simaria levam ‘sofrência’ e atraem mamães para São João em Campina Grande

Dupla disse estar agradecida pelo sertanejo ser bem recebido pelos forrozeiros
Foto: Kamylla Lima/G1
Simone e Simaria levaram 'sofrência' para São João de Campina Grande
O destaque do domingo (4), terceira noite do São João 2017 em Campina Grande, no Agreste da Paraíba, foi a apresentação de Simone e Simaria. Conhecidas como “As Coleguinhas”, elas levaram as músicas que falam de desilusões amorosas – a “sofrência” – para milhares de pessoas no Parque do Povo. Também realizaram apresentações no palco principal Forró Pegado e Wallas Arrais.


Grávida de nove meses,
Alexsandra Barbosa foi com o filho
mais velho para o Parque do Povo
(Foto: Kamylla Lima/G1)
A dupla foi a segunda a subir no palco na noite e não deixou a desejar para quem saiu de casa à espera dos grandes hits. Além de cantar os sucessos delas, também entoaram canções de Marília Mendonça e Leandro e Leonardo. As cantoras ainda relembraram algumas músicas de quando cantavam forró.

No final do show, elas disseram que a energia do público de Campina Grande é diferença e proporciona muita adrenalina. Simone e Simaria afirmaram que para elas, que cantam sertanejo, é bom serem bem recebidas na terra do forró e do Maior São João do Mundo.

Mamães aproveitam a noite
Para conseguir ver as cantoras de perto, Alexsandra Barbosa, de 20 anos, foi ao Parque do Povo grávida de nove meses. À espera do segundo filho, ela disse que foi, também, por um pedido de Kauã, de cinco anos. “Faz medo, mas vim porque ele pediu. Gosto das Coleguinhas. Sei muitas músicas e vim para curtir também”, justifica. O marido dela, Leandro Vieira, disse que não tem problema da esposa estar grávida no show. “Tenho mais cuidado nela do que em mim”, garante.

Juliana levou a filha de oito meses para
assistir ao show de Simone e Simaria
(Foto: Kamylla Lima/G1)
Fã da dupla, quem estava perto do palco pronta para ver as artistas era Juliana Nascimento, de 16 anos. Com a filha Emanuelle de oito meses no colo, ela contou que saiu de casa apenas para ver Simone e Simaria. Para ela, não é perigoso andar com a bebê no show. “Eu gosto de forró e trazendo ela, consigo também fazer com que ela goste”, deseja.

Quem também estava empolgada com o show era a porteira Samara Cristina dos Santos, de 33 anos. “Tenho muitas coisas delas: lencinhos, toalhas, capas. Já viajei para Minas Gerais para um show delas. Sempre que dá, vou para o show delas e levo meus quatro filhos”, afirmou Samara.

Forró Pegado e Wallas Arrais
A banda Forró Pegado deu o pontapé inicial da noite e não deixou o público parado por um segundo. Com uma mistura de ritmos, entre eles axé e funk, a banda fez a animação de quem chegou cedo ao Parque do Povo. Cantaram desde Bell Marques a Wesley Safadão. O público cantou animado os vários sucessos do forró da atualidade.

A noite foi encerrada por Wallas Arrais, que conseguiu animar os forrozeiros do Parque do Povo mesmo debaixo de chuva. Ele também investiu em um repertório recheado de hits, como “Explosão”, de MC Kevinho, mas o forró eletrônico predominou durante a apresentação.

Kamylla Lima - G1 PB

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”