Rádio Cenecista de Picuí

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Servidores da Saúde de Campina Grande param por tempo indeterminado

Segundo o diretor de comunicação do Sintep, o valor de 3% concedidos pela prefeitura, está muito longe do ideal
Divulgação
Servidores da Saúde de
Campina votam pela greve
Os servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande entram em greve por tempo indeterminado, a partir desta quarta-feira (7). A decisão pela greve foi deliberada em assembleia na semana passada. De acordo com o diretor de comunicação do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste da Borborema (Sintab), Napoleão Maracajá, vários são os motivos da greve, mas a questão principal é o não cumprimento do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR).


“Os motivos para a greve são vários. Mas o principal é o descumprimento do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração, tendo em vista que não houve progressões, baseadas na inflação”, afirmou Maracajá. 

Segundo o diretor de comunicação do Sintab, o valor de 3% concedido pela Prefeitura de Campina Grande à categoria está muito longe do ideal. 

“Esse valor de 3% concedido pela prefeitura não da nem para se levar em conta. É irrisório. Nós exigimos uma radiografia financeira na prefeitura de Campina Grande. As nossas reivindicações são que o aumento seja elevado para 26%, somando os prejuízos de cinco anos sem aumento de acordo com o índice de inflação”, finalizou. 

A Prefeitura de Campina Grande não atendeu os telefonemas do Portal Correio para comentar o caso.


Portal Correio

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”