Rádio Cenecista de Picuí

terça-feira, 20 de junho de 2017

Prefeitos do Seridó da PB recebem estudo com Leis e Programas para a reinserção de usuários de drogas

Durante a atividade, realizada no auditório da Prefeitura de Picuí, os gestores receberam um estudo inédito com Leis e Programas nacionais e internacionais para a reinserção de usuários de drogas
Foto: Divulgação/CNM
Encontro aconteceu na manhã dessa segunda-feira (19)
Na manhã dessa segunda-feira, 19 de junho, os prefeitos e vereadores dos municípios que integram o Reinserir, na 4ª região geoadministrativa da Paraíba e Carnaúba do Dantas, no Rio Grande do Norte, estiveram reunidos com os coordenadores do Projeto Eduardo Stranz e Rosângela Ribeiro e a Agente Local, Poliana Dantas. Durante a atividade, realizada no auditório da Prefeitura de Picuí, os gestores receberam um estudo inédito com Leis e Programas nacionais e internacionais para a reinserção de usuários de drogas.


O estudo sugere a aprovação de três projetos de lei que estimulem a reinserção em cada município. "Esse será um dos grandes legados do Projeto. A nossa expectativa é de que a região tenha uma política institucionalizada, por meio das leis aprovadas nos municípios", explica o coordenador do Projeto Eduardo Stranz.

 As propostas foram bem recebidas pelos prefeitos e prefeitas presentes. "Hoje, tomando conhecimento de todas essas leis, eu pretendo compartilhar com os vereadores, inclusive os de oposição, para que eles participem junto desse debate e nós possamos encaminhar o Projeto para aprovação", destacou o prefeito de Pedra Lavradas Jarbas de Melo Azevedo

Outros encaminhamentos

Além da entrega do estudo, foi realizada uma prestação de contas de todas as atividades realizadas pelo Reinserir até o momento e apresentado o cronograma para os os meses finais do Projeto, que se encerra em janeiro de 2018. Também foi proposta a criação de um Fórum de discussão permanente dentro da associação de municípios da região para que, com a finalização do Projeto, os resultados tenham continuidade. "A sugestão é de que a cada 6 meses seja realizada uma reunião para debater a manutenção dos encaminhamentos deixados pelo Reinserir", conclui Stranz.

CNM

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Nenhum comentário:

Postar um comentário