Rádio Cenecista de Picuí

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Lar do Garoto registra mais quatro fugas de internos cinco dias após rebelião, diz vice-diretor

Segundo vice-diretor da unidade, um dos internos já foi recapturado

Pelo menos mais quatro internos, todos com mais de 18 anos, fugiram do Centro Socioeducativo do Lar do Garoto durante a manhã desta quarta-feira (7), em Lagoa Seca, no Agreste paraibano. A informação foi confirmada pelo vice-diretor da unidade, Francisco Souza, que às 7h30 se dirigia ao local e informou que a principal suspeita é que os jovens tenham cerrado os cadeados da cela. Ele confirmou que um dos internos já foi recapturado e os outros três seguem foragidos.


Outros seis jovens tinham fugido do local na madruga de sábado (3) durante uma rebelião que deixou sete mortes. Um deles foi recapturado, os outros cinco ainda estão desaparecidos e, com as fugas desta quarta-feira, sobe para oito o número de jovens que seguiam foragidos até as 8h.

Três pessoas foram presas em flagrante suspeitas de serem os responsáveis pelas sete mortes. O último dos sete corpos dos adolescentes que foram mortos durante a rebelião foi liberado na segunda-feira (5). O corpo ainda aguardava reconhecimento e a apresentação da família para a liberação.

Das sete vítimas, cinco foram carbonizadas e morreram, depois que foram trancadas em um dos quartos do Lar do Garoto que foi incendiado. Outras duas vítimas foram agredidas até a morte, mas uma ainda teve o corpo carbonizado depois. Os laudos do IPC e Numol ainda não foram divulgados.

De acordo com a direção do Lar do Garoto, após a rebelião foram encontradas facas, barras de ferro e espetos dentro do centro. Dos 25 quartos existentes no local, sete deles foram parcialmente destruídos. Os danos foram na parte elétrica, telhado e grades.

G1 PB

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Nenhum comentário:

Postar um comentário