Rádio Cenecista de Picuí

terça-feira, 9 de maio de 2017

Jovem de Nova Palmeira vence batalha contra leucemia

Gabriela Amaral foi diagnosticada com a ausência da leucemia
Foto: Arquivo da família
Gabriela durante tratamento
“Teve noites traiçoeiras, teve medo, teve angústia, teve dor... Agora estamos aqui, o primeiro exame feito depois de 5 meses de quimioterapia onde deu ausência de doença. Toda honra e toda glória são dadas a Ti, Senhor!!! Nada, nada, nada pode descrever a emoção e alegria que estamos sentindo nesse momento...”, agradeceu em sua página do Facebook, Susy Larrinny, irmã da adolescente Maria Gabriela Dantas Amaral, de 15 anos, que foi diagnosticada em 10 de outubro de 2016, com leucemia mileóide aguda, tipo M3.


A jovem paraibana de Nova Palmeira, residente em Coronel Ezequiel, no Rio Grande do Norte, passou por momentos de angustia e muita superação.

A menina se submeteu a cinco sessões de quimioterapia (sendo a última em fevereiro). Desde março, retorna a cada 30 dias ao hospital filantrópico, Varela Santiago, em Natal (local onde ficou internada após a descoberta da doença), para realizações de exames de sangue e, semanalmente, recebe aplicações de injeções na cidade de Coronel.

Foram várias as campanhas, entre bingos (para o financiamento do tratamento) e doações de sangue. Orações foram realizadas em igrejas, residências e nas redes sociais.

No mês de março foi feito o exame da medula e, nesta terça-feira, 9 de maio, praticamente sete meses depois da notícia que abalou as estruturas da Família Amaral, saiu o resultado que todos esperavam, constando ausência da doença.

Agora a garota terá acompanhamento minucioso durante cinco anos para que a doença não retorne.

Blog NP

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Nenhum comentário:

Postar um comentário