Rádio Cenecista de Picuí

sábado, 13 de maio de 2017

Fiéis renovam fé nos 100 anos da aparição de Fátima

As festividades em comemoração ao centenário se estendem por todo o mês
Foto: Luís Eduardo Andrade
Neste sábado completa 100 anos da aparição de Nossa Senhora de Fátima aos três pastores
“À Fátima viestes, ó mãe querida/ Compadecida do povo teu/ E já o mundo inteiro te venera/ E considera amparo teu...” O hino a Nossa Senhora de Fátima representa bem a relação dos fiéis com a santa de devoção, que no dia de hoje, atinge seu centenário. Nos primórdios do século XX, a primeira guerra mundial eclodia no mundo moderno com a corrida armamentista e a “partilha” da África e Ásia. E no meio dos conflitos e mortes, surge a esperança e a vida.


No dia 13 de maio de 1917, três crianças da pequena cidade de Fátima, em Portugal, relataram ter conversado com uma “senhora mais brilhante que o sol” enquanto apascentavam um rebanho de ovelhas próximo a aldeia de Aljustrel. Lúcia, de 10 anos, conseguiu ouvir e falar com a “senhora”, Francisco, de nove anos, apenas via, e Jacinta, de oito anos, conseguia apenas ouvi-la. E os encontros se estenderam por cinco meses, sempre no dia 13 de cada mês. Nas mensagens, a “senhora” orientava os pequenos pastores a rezarem o terço diariamente para que a guerra chegasse ao fim. Além disso, a santa pedia às crianças que se devotassem ao seu Imaculado Coração. A comoção no país foi tamanha que na última aparição, 70 mil pessoas se reuniram no local designado pela “senhora”, que prometera aos pastorinhos a realização de um milagre para que todos cressem em sua presença. E segundo os relatos dos presentes, os fiéis puderam observar o sol girando em um movimento atípico. O “Milagre do Sol”, como ficou conhecido, foi posteriormente reconhecido pela Igreja Católica.

E a partir desse momento, a “senhora” de Fátima passou a ser de todo o mundo: Nossa Senhora de Fátima. Reconhecida pela Igreja Católica como uma das aparições da mãe de Jesus, Maria. E por conta da veracidade e grandiosidade dos fatos, a devoção pela Virgem se espalhou rápido, e atualmente, muitas pessoas atribuem a ela, a intercessão de vários milagres e constroem uma relação íntima e particular. “A minha devoção começou quando eu ainda morava em Itabaiana, muito nova. Lá a padroeira era Nossa Senhora da Conceição, mas toda vida eu tive devoção por Nossa Senhora de Fátima. Tinha ela como mãe protetora, a quem eu confiava tudo que era meu. Apesar de saber que Maria é uma só. Quando vim para João pessoa, coincidiu que o meu bairro ser o mesmo da Paróquia de Fátima, tudo isso há 29 anos. Para dar continuidade a minha vida religiosa, a Igreja sempre foi minha casa, e minha relação com Nossa Senhora de Fátima é muito estreita, ela é minha mãezinha mesmo”, relata Maria Augusta Trindade, que há 29 anos dedica boa parte de sua vida ao serviço na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no bairro do Miramar.

E o amor por Nossa Senhora de Fátima não é uma exclusividade das pessoas de mais idade. Muitos jovens acreditam que a santa é um modelo de serviço e santidade também para as pessoas de menos idade. “Nossa Senhora de Fátima sempre foi presente em minha vida, e a intercessão dela por mim é muito fiel. Eu estava rezando por um desejo em meu coração e uma pessoa que eu não tinha tanta proximidade, chegou e falou que estava rezando por mim e disse: ‘Enquanto rezava me vinha uma linda senhora de túnica simples e branca, com lindo e longo manto branco com dourado, e lhe acariciava com tanta delicadeza olhando profundamente em seus olhos com olhar de te amo’”, relata Ellen Januário Barros, de 25 anos, que há 12 serve na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Miramar.

Em Campina Grande

E as festividades em comemoração ao centenário se estendem por todo o mês. Mas neste final de semana, a programação é especial. Uma missa em ação de graças acontecerá na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no bairro do Miramar, a partir das 12h, exatamente o horário da primeira aparição da santa. A celebração será presidida pelo Administrador Apostólico Dom Genival e co-celebrada pelo padre Waldemir Santana. Ainda, se farão presentes na missa o presidente da Assembleia dos Deputados, Gervásio Maia, o prefeito Luciano Cartaxo e o governador Ricardo Coutinho.

Ainda, a Paróquia Sant’anna, no conjunto Funcionários II, a programação começa cedo, a partir das 7h com o Ofício da Imaculada Conceição. Às 12h, acontece uma missa solene a Nossa Senhora de Fátima, e por fim, às 19h30, um louvor mariano encerra as festividades.

Correio da Paraíba

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Nenhum comentário:

Postar um comentário