Rádio Cenecista de Picuí

domingo, 21 de maio de 2017

Campinense abre vantagem, mas vacila e sofre virada em jogo eletrizante na estreia da série D

Time paraibano chegou a estar vencendo partida com dois gols de diferença, mas acabou perdendo o jogo para a equipe da casa

A partida que marcou a estreia do Campinense diante do Atlético de Pernambuco na série D do Campeonato Brasileiro, neste domingo (21), começou com um atraso de 28 minutos. Isso porque o ônibus que trazia o time pernambucano acabou atrasando o início do jogo, que aconteceu no estádio municipal de Carpina, em Pernambuco.


A equipe de Campina Grande foi derrotada fora dos seus domínios pelo marcador de 4 a 3. 

O time da casa inaugurou o placar numa jogada de Cajá, aos 31 minutos do 1º tempo. Quatro minutos depois, Augusto deixou tudo igual e trouxe tranquilidade ao time paraibano.

O Campinense se animou com o gol e continuou indo para cima do adversário. Reinaldo Alagoano decretou a virada aos 43 minutos. Pegou de primeira, a bola foi indefensável para o goleiro Juca, do Atlético.

A torcida da Raposa ainda comemorava o 2º gol, quando Maranhão, aos 45 minutos, marcou o terceiro gol do time paraibano por cobertura. 

O 2º tempo da partida começou eletrizante. Numa bobeira da zaga do Campinense, Cezinha chutou de fora da área e marcou o segundo gol do Atlético no jogo. 

O jogo parecia que se encaminhava para o final com a manutenção do placar, quando Wellington empatou aos 38 minutos após um bate e rebate na área rubro-negra.

Aos 48, o atacante Wellington fez o que o improvável: deixou o Atlético mais uma vez na frente. 

Após o gol, o árbitro apitou o fim da partida, que garantiu os três pontos para a equipe pernambucana.

Alexandre Freire - Portal Correio

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Nenhum comentário:

Postar um comentário