Rádio Cenecista de Picuí

terça-feira, 4 de abril de 2017

Conselho regula transporte alternativo e sistema passará a ter tabela de preços na Paraíba

De acordo com a proposta apresentada pelo deputado estadual Anísio Maia (PT), o sistema agora se chama transporte complementar

A partir de agora os transportes alternativos da Paraíba passam a ser regulados, contar com tabela de preços, itinerário definido e garantia de manutenção do veículo e fiscalização, de acordo com proposta aprovada pelo Conselho Gestor de Transporte Público Complementar de Passageiros. O Conselho esteve reunido nesta segunda-feira (03) na sede do Departamento Estradas e Rodagens da Paraíba (DER).


De acordo com a proposta apresentada pelo deputado estadual Anísio Maia (PT), o sistema agora se chama transporte complementar. Vários motoristas e representantes da categoria estiveram no local antes da reunião para pressionar os conselheiros e cobrar a aprovação da proposta. Também estiveram presentes os representantes dos transportes convencionais, órgãos municipais de trânsito, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, Poder Executivo e Poder Legislativo.

“Nossa proposta resolveu um impasse que existia há muito tempo entre os empresários e os trabalhadores do transporte alternativo. Finalmente, o sistema que agora se chama transporte complementar, será organizado em todo o estado da Paraíba. Agora os usuários terão a garantia de conforto, tabela de preços, itinerário definido, manutenção do veículo e fiscalização,” afirmou Anísio Maia.

O deputado comemorou o fato de que a aprovação da proposta não levará prejuízo às empresas convencionais e, por outro lado, garante o trabalho dos alternativos.

“Com a decisão de hoje milhares de motoristas tiveram a garantia de seus trabalhos e o sustento de suas famílias, sem prejudicar as empresas de transporte convencional, que também garantiram o emprego de seus profissionais. E, finalmente, ganhou toda a população com a ampliação da qualidade e segurança dos serviços”, concluiu Anísio Maia.

ClickPB

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Nenhum comentário:

Postar um comentário