Rádio Cenecista de Picuí

domingo, 30 de abril de 2017

A perseguição política nos pequenos municípios

A perseguição política é uma das formas mais covardes de se manipular e pressionar os servidores, sendo a remoção e transferência um jeito velado de se perseguir

Falar sobre política em municípios menores é algo delicado. Não é de hoje que a maior preocupação é com a próxima campanha e com os interesses próprios do que propriamente com o bem-estar dos habitantes e a melhoria em geral da localidade.


Mesmo ainda longe do próximo período eleitoral, o clima é tenso, com desconfiança de tudo e de todos. Os chefes sempre 'de olho' nos prestadores de serviços (contratados pelo gosto, interesse e necessidade da administração), que usam de várias estratégias para se manterem em seus cargos:
  • Aproxima-se mais do prefeito, aparentando fidelidade e comprometimento;
  • Se distancia das pessoas que são taxadas como adversários, por mais que sejam seus amigos de longas datas, porque “amigo de inimigo, inimigo é”;
  • Em hipótese alguma traja vestimentas com as cores da oposição;
  • Curti sempre o que os ‘mandachuvas’ postam em redes sociais.

Quando chega o dia da apuração, só resta torcer muito para o seu candidato sair vencedor, pois, caso contrário, a perseguição política será implacável. O servidor, por mais competente que seja terá o seu emprego ‘caçado’.

Se contrata uma pessoa que esteve ao lado do grupo vencedor para substituir o ‘derrotado’, mesmo que o novato não tenha a mesma capacidade. Do mesmo modo acontece com a permanência da situação no poder que, dificilmente dará chances para os que foram contrários às suas ideias.

Aqueles que gozam de certa independência (concursado), por mais que sejam perseguidos, dificilmente perderão o emprego. Já os outros não têm a mesma sorte. 

A perseguição política é uma das formas mais covardes de se manipular e pressionar os servidores, sendo a remoção e transferência um jeito velado de se perseguir. Claro que não é regra, mas acontece na maioria das pequenas cidades.

Fica então a pergunta:

Quando é que isso vai parar?

Blog NP

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Um comentário:

  1. Concursados estão livres, porém, estes sempre têm, parentes contratados, então, não estão tão imunes assim.

    ResponderExcluir