Rádio Cenecista de Picuí

quarta-feira, 22 de março de 2017

Polícia identifica empresário de Campina como dono de arsenal apreendido na PB

Levantamentos policiais mostram que o empresário seria um dos líderes de um grupo criminoso especializado em ataques a caixas eletrônicos com atuação nos estados da Paraíba e Pernambuco
Divulgação/Secom-PB
Polícia procura empresário suspeito
A Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande descobriu, durante investigação, que o empresário campinense Erivaldo Nascimento dos Santos, de 39 anos, do ramo de revenda de gás de cozinha, é o dono de um dos maiores arsenais encontrados na Paraíba, apreendido durante uma operação realizada por policiais militares no dia 25 de novembro de 2016, nos municípios de Barra de Santana e Queimadas, no Agreste Paraibano. Os levantamentos policiais mostram que o empresário seria um dos líderes de um grupo criminoso especializado em ataques a caixas eletrônicos com atuação nos estados da Paraíba e Pernambuco.


Durante a operação, duas pessoas foram presas e três criminosos teriam escapado do cerco policial. Uma delas seria o empresário campinense, que já tem mandado de prisão e é considerado foragido da Justiça. Na época foram encontrados seis fuzis, uma submetralhadora, cinco pistolas, mais de mil munições, nove coletes à prova de balas, roupas camufladas e fantasias de palhaço. Entre os explosivos estavam 29 dinamites com detonadores e grampos que são espalhados pelos criminosos em rodovias para impedir as perseguições policiais. O material estava dentro de um veículo que pertence a Erivaldo. A PM também achou três carros e uma motocicleta.

Com as prisões e apreensões das armas, a polícia acredita que impediu que o planejamento do grupo criminoso fosse colocado em prática, já que tudo indicava que o objetivo deles seria explodir caixas eletrônicos de agências bancárias da região. “Durante meses ouvimos várias pessoas, investigamos denúncias na tentativa de identificar os outros integrantes do grupo que continuam foragidos, também realizamos exames periciais e, no cruzamento de todos estes dados, chegamos até ‘Neguinho do gás’, como é conhecido Erivaldo. Não há dúvidas de que ele é o dono do arsenal apreendido pela PM”, disse o delegado Cristiano Santana. 

A polícia pede para que quem tiver informações sobre o paradeiro do empresário ou qualquer outro dado que possa ajudar na investigação sobre este grupo criminoso, ligar para o número 197 - Disque Denúncia da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Seds). Não precisa se identificar.

Portal Correio

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”