Rádio Cenecista de Picuí

sexta-feira, 24 de março de 2017

Paraibano, promotor de Justiça do RN é baleado durante atentado em Natal

Segundo a polícia do Rio Grande do Norte, o suspeito de efetuar os disparos invadiu a reunião e começou a atirar contra o promotor e o procurador-adjunto, fugindo em seguida
Reprodução/Facebook
Promotor Wendell Bethoven
O paraibano natural de Campina Grande, Wendell Bethoven, que é promotor de Justiça no Rio Grande do Norte, foi baleado nas costas nesta sexta-feira (24), enquanto estava acompanhado do procurador-geral adjunto do Rio Grande do Norte, Jovino Pereira Sobrinho. Os dois estavam em uma reunião na sede do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), em Natal. O crime foi cometido por um servidor do estado.


Segundo a assessoria do Ministério Público, o autor dos disparos é Guilherme Wanderley Lopes da Silva, servidor concursado do órgão que trabalhava como assessor de uma procuradoria. A assessoria não soube informar se Silva estava de serviço ou não.

De acordo com relato de testemunhas, Silva ingressou na sala onde o procurador-geral e o promotor participavam de uma reunião administrativa e, bastante exaltado, sacou a arma e disparou a esmo.

Sobrinho foi atingido no tórax. Um dos tiros atingiu Bethoven Ribeiro pelas costas. Os dois foram levados para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho. De acordo com a assessoria do Ministério Público, inicialmente o quadro de ambos foi considerado estável.

Portal Correio com Agência Brasil

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”