Rádio Cenecista de Picuí

terça-feira, 28 de março de 2017

Moradores de Nova Palmeira estão assustados com o aumento das muriçocas e querem solução

Os insetos, que passaram um período distantes dos lares nova-palmeirenses, voltaram de forma assustadora e estão se proliferando sem controle

Os habitantes da cidade de Nova Palmeira, localizada no Seridó Ocidental paraibano, estão com o sério problema do convívio junto às muriçocas. Sempre ao cair da tarde, os incômodos ‘visitantes’ invadem as ruas e residências, causando irritação na pele, coceira e perturbação no sono.


Os insetos, que passaram um período distantes dos lares nova-palmeirenses, voltaram de forma assustadora e estão se proliferando sem controle, ocasionando o aborrecimento em grande parte da população.

O assunto vem rendendo debates em redes sociais, com a intenção de se chegar a uma solução viável para o fim do problema. Relatos curiosos são expostos pelos internautas, como o caso de um morador da zona rural, que foi residir na cidade, mas, depois da invasão dos pernilongos, resolveu voltar para o campo, por não conseguir “ficar em paz”.

As muriçocas costumam aparecer quando e onde tiver água e temperatura ideais para que seus ovos (que resistem por muito tempo) sejam "chocados". Com ocorrência de algumas chuvas, mesmo poucas, essas condições, ainda que momentaneamente, favoreceram o ressurgimento dos pernilongos.

Outros fatores que contribuem para isto, tais como a falta de investimentos em infraestrutura e saneamento básico, sistema de coleta de lixo eficiente, conscientização da população no tocante à produção, armazenamento e destino do lixo caseiro, o uso de água do esgoto para irrigar o capim, também acarretam na multiplicação dos insetos.

A população nova-palmeirense deve ter a preocupação de combatê-los e exigir isto dos poderes públicos locais, na expectativa de que, desta vez, as autoridades competentes possam tomar as "devidas" providências, o que não parece ter acontecido ou aconteceu de maneira ineficiente em gestão anteriores”.

Blog NP

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”