Rádio Cenecista de Picuí

segunda-feira, 13 de março de 2017

Cantor de forró é preso por inventar gravação para desviar R$ 100 mil de patrocínios, na PB

Sete pessoas prestaram denúncia, mas a estimativa da Polícia Civil é de que ao menos 13 pessoas tenham caído no golpe
Divulgação/DDF
Cantor de forró foi preso
suspeito de estelionato
Um cantor de forró de 33 anos foi preso, na manhã desta segunda-feira (13), suspeito de desviar mais de R$ 100 mil ao simular que havia sido contratado para a gravação de um DVD, em João Pessoa.


Segundo o delegado Lucas Sá, da Delegacia de Defraudações e Falsificações, o cantor arrecadou o montante ao convencer patrocinadores e músicos da fraude. Sete pessoas prestaram denúncia, mas a estimativa da Polícia Civil é de que ao menos 13 pessoas tenham caído no golpe.

O cantor foi preso em uma casa no bairro Paratibe e levado para a Central de Polícia Civil no Geisel. Ele será autuado pelo crime de estelionato e será apresentado à audiência de custódia, possivelmente nesta terça-feira (14).

Ainda de acordo com Lucas Sá, o suspeito informou que já havia sido investigado pela Polícia Federal, pois tem duas empresas registradas em seu nome. O delegado informou também que a Delegacia de Defraudações e Falsificações continuará apurando a fraude, no intuito de localizar possíveis comparsas do cantor e para que os danos às vítimas sejam reparados.

Qualquer denúncia pode ser feita pelo telefone 197, que garante sigilo ao informante.

Portal Correio

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Nenhum comentário:

Postar um comentário