Rádio Cenecista de Picuí

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Multidão acompanha sepultamento de jovem em Soledade

Isadora faleceu no final da manhã deste domingo, 11, depois de um acidente automobilístico
Foto: Reprodução
Multidão compareceu ao último adeus de Isadora
Na tarde desta segunda-feira, 12, tomada de muita comoção, uma multidão seguiu o cortejo da jovem Isadora Gouveia Melo, 19 anos, até o cemitério de Soledade, no Curimataú da Paraíba, a 184 km da capital João Pessoa.

Leia também:


Isadora faleceu no final da manhã deste domingo, 11, no Hospital de Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande - PB, onde estava internada deste a última sexta-feira, 09, desde quando sofreu um acidente de carro na BR 230. 


Isadora tinha 19 anos
(Foto: WhatsApp)
O fato aconteceu entre os municípios de Soledade e Pocinhos, quando a jovem seguia para Campina Grande com sua mãe Luciana, que dirigia o veículo e, ao tentar fazer uma ultrapassagem, acabou perdendo o controle do carro e capotou várias vezes. Isadora chegou a ficar presa nas ferragens, sendo resgatada pelo Corpo de Bombeiros e SAMU.

Seu corpo chegou à Soledade ainda na noite de domingo e foi velado na Igreja Matriz Nossa Senhora Sant'Ana, no centro da cidade, onde participava do grupo Encontro de Jovens com Cristo (EJC). Uma multidão compareceu para dar o último adeus à jovem, que era muito querida. Centenas de amigos que fazem parte do EJC estavam vestidos com a camiseta do grupo para homenageá-la.

Isadora era filha do oficial de justiça Agnelo Melo, conhecido por Boinha, e sobrinha de Socorro Araújo, esposa do ex-prefeito de Soledade, Fernando Araújo. Segundo Boinha, sua esposa Luciana não pôde comparecer ao sepultamento da filha porque continua internada na UTI do Hospital de Trauma. O quadro de saúde de Luciana apresenta-se com melhora gradativa.

Felipe Brito (Foto: WhatsApp)
Outro sepultamento

Também foi enterrado nesta segunda feira, no final da tarde, cerca de uma hora depois de Isadora, o jovem Felipe Brito, 17 anos, que foi assassinado com tiro de arma de fogo na tarde deste domingo, 11, quando estava na varanda da casa dos seus avós, no Bairro Chico Pereira, zona sul de Soledade.

Uma multidão também acompanhou o cortejo até o cemitério tomados de muita comoção. Felipe era filho do casal Rinaldo de Simão e Nadja. Segundo relatos de populares, ele era um bom garoto e todos gostavam dele.

A polícia já sabe quem é o possível autor do crime e está a procura do suspeito que, após ter assassinado o adolescente, tomou destino ignorado.

São Vicente Agora

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Nenhum comentário:

Postar um comentário