Rádio Cenecista de Picuí

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Ex-candidato a vereador e esposa dele são presos suspeitos de furtos de carros e cartões

Polícia disse que suspeitos agiram em João Pessoa e entravam nos carros com a utilização de equipamentos eletrônicos, destravando os veículos e subtraindo cartões de crédito
Divulgação/Polícia Civil
Flagrante de suspeita
após sair de carro de vítima
Através de ação da Delegacia de Defraudações e Falsificações da Capital, a Polícia Civil da Paraíba prendeu na tarde desta sexta-feira (9) um ex-candidato a vereador nas últimas eleições na cidade de Paulista (PE) e a esposa dele, em uma residência situada na cidade pernambucana, que fica na Região Metropolitana de Recife, cumprindo dois mandados de prisão preventiva expedidos pela 7ª Vara de João Pessoa. O casal é suspeito de integrar uma organização criminosa do estado vizinho especializada em furtos de veículos e posterior utilização e clonagem de cartões de crédito.


Conforme revelou o delegado Lucas Sá, a partir de investigações em tramitação na DDF, descobriu-se que a organização criminosa age da seguinte maneira: olheiros escolhem as vítimas de acordo com o poder aquisitivo e outros membros do bando entram nos carros com a utilização de equipamentos eletrônicos, destravando os veículos e subtraindo cartões de crédito. 

“As informações são então repassadas a outros membros da organização, que descobrem em poucos minutos as senhas dos cartões, realizando diversas compras. Uma das vítimas foi lesada em R$ 8 mil, em poucos minutos, o que dá uma ideia do potencial lesivo da organização. Outra vítima de crimes da mesma natureza em investigação na DDF foi lesada em R$ 30 mil, pois só descobriu as fraudes dias após a subtração de seus cartões”, disse o delegado.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações tiveram início assim que os últimos fatos foram praticados, no dia 24 de novembro. Na ocasião, a esposa do ex-candidato entrou no carro de uma vítima, em uma escola no bairro do Bessa, na Zona Leste de João Pessoa, por volta das 11h50, subtraindo sua carteira com diversos documentos e cartões de crédito, entrando posteriormente no veículo dirigido pelo marido e se dirigindo para estabelecimentos situados na Avenida Epitácio Pessoa, realizando as primeiras compras às 12h15. Nesta situação, segundo a polícia, os suspeitos conseguiram, no total, obter R$ 8 mil com a utilização dos cartões da vítima.

A equipe da DDF realizou diversas buscas nas horas e dias seguintes à atuação dos suspeitos, descobrindo o percurso realizado, confirmando a qualificação de dois suspeitos (um permanece sem identificação), o que culminou na decretação da prisão preventiva pela 7ª V. C. de João Pessoa.

Os suspeitos confessaram a conduta criminosa no momento da prisão e foram conduzidos à DDF para a realização dos interrogatórios, análise dos objetos apreendidos e apresentação à audiência de custódia na segunda-feira (12). Após a audiência, os suspeitos deverão ser encaminhados a presídios da Capital. 

“As investigações da DDF prosseguirão, no sentido de se colher elementos sobre a atuação criminosa de toda a organização e identificar outros membros, que deverão responder por furto, estelionato, associação criminosa e receptação”, concluiu Lucas Sá.

Portal Correio

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”